Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Notas à margem

Textos escritos em cadernos, em guardanapos, em folhas encontradas ao acaso, sempre a propósito, nunca de propósito. isto é "vou escrever sobre isto". Não é assim que funciono.

Textos escritos em cadernos, em guardanapos, em folhas encontradas ao acaso, sempre a propósito, nunca de propósito. isto é "vou escrever sobre isto". Não é assim que funciono.

Notas à margem

07
Mai22

Por aqui e por ali 116

Zé Onofre

                       116

 

2000/08/23

 

Que venha o vento

Encher de música este verde vale.

De seguida

Venham as crianças,

De mãos dadas,

Cobrir os campos de alegria.

E venham os jovens

Descobrir

Nos seus corpos esbeltos

Os mistérios do amor.

Ao entardecer,

Que o sol espalhe,

Para além do horizonte,

Novas sementes de vida

Neste vale fecundadas.

  Zé Onofre

25
Abr22

Por aqui e por ali 104

Zé Onofre

              104

 

997/01/18, exercícios dramáticos preparativos de teatro, Casa Padre Gonçalo, Amarante 

 

Venho para ti de mãos nuas,

Vê.

Nem palácios, nem padrarias,

Nem ouro, nem pedrarias.

Nelas trago apenas

Amizade, carinho e amor

Com que pretendo cobrir-te.

 

Venho para ti demãos nuas,

De mãos nuas pretendo continuar.

Nelas quero, apenas, guardar de ti

A memória dos carinhos que trocamos,

A memória dos corpos cálidos que descobrimos.

Vim para ti de mãos nuas

Levo-as cheias de recordar.

        Zé Onofre

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub