Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Notas à margem

Textos escritos em cadernos, em guardanapos, em folhas encontradas ao acaso, sempre a propósito, nunca de propósito. isto é "vou escrever sobre isto". Não é assim que funciono.

Textos escritos em cadernos, em guardanapos, em folhas encontradas ao acaso, sempre a propósito, nunca de propósito. isto é "vou escrever sobre isto". Não é assim que funciono.

Notas à margem

16
Dez21

Por aqui e por ali 21

Zé Onofre

              21

 

983/02/08

 

        I

 

Hoje, sim,

Recorda os tempos

De então,

Quando a pé ia p´ra escola.

É geada de palmo e meio,

Dizíamos.

Para as nossas mãos pequeninas

Qualquer coisa era um palmo.

                    2

Hoje,

No quente do carro

Desdenhoso digo,

Já não vale nada.

No silêncio,

Dentro de mim

Confirmo,

Eu é que não.

  Zé Onofre

13
Nov21

Por aqui e por ali 6

Zé Onofre

                 6

 

1981/02/23, Gouveia – MCN

 

Vá!

Gritai-me as palavras

Com que se fazem os sonhos.

 

Vá!

Gritai-me as palavras

Com que se constroem mundos novos.

 

 Vá!

Gritai-me as palavras

Com que se enfurece o mar.

 

Dizei-me, nem que seja em murmúrios,

A vida serena

Do sol a cantar.

 

Dizei-me por favor,

A poesia de uma noite,

Mesmo que não tenha luar, nem estrelas,

Que seja só de sombras e trevas.

 

Gritai-mas,

Dizei-mas,

Vós as sabeis.

 

Um dia não veio à escola,

Ficou em casa

A fazer bagaço.

Quem me disse que ele era criança?

 

No primeiro dia de aulas

Não veio à escola,

Ficou em casa a trabalhar.

Com que direito o avaliaremos negativamente?

 

Queria ter um laço vermelho,

Grito de alegria

Na cabeça a sorrir.

 

Queria usar palavras sinceras,

Gritos de luz

Na boca a sorrir.

 

Queria ter palavras misteriosas,

Sons e cores da vida a começar.

Zé Onofre

03
Nov21

Daqui e por ali 4

Zé Onofre

4
Gouveia, 1981/01/07

A minha escola tem
Professores,
Meninos,
Meninas.
Os professores são muito bons
Muito, muito bonitos.
Os meninos e as meninas
Também são.
Eu gosto muito da minha escola.

O recreio da minha escola
Tem um muro a toda a volta,
Pedras,
Muitas pedras no alto,
Tem, também,
Lama no Inverno.
O recreio da escola
É pequeno para brincar.

Zé Onofre

17
Set21

Penafiel 32-33

Zé Onofre

                     32

 

03/02/977

 

O Jornal de Parede

Sentiu-se ofendido.

Não é que um atrevido qualquer

Sem medir as consequências nefastas

Da sua ação irrefletida

Se atreveu a colocar um escrito

Na própria parede!

 

                 33

 

04/02/977

 

A nossa escola é muito húmida.

É estranha a humidade

Que escorre no patamar médio

Das escadas.

De repente a parede

Começou a jorrar tinta

Por todos os poros

 

Quando se pensava

Que a parede tivesse esgotado

As suas reservas de tinta,

Eis que uma nova fonte

Brotou.

Zé Onofre

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub