Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Notas à margem

Textos escritos em cadernos, em guardanapos, em folhas encontradas ao acaso, sempre a propósito, nunca de propósito. isto é "vou escrever sobre isto". Não é assim que funciono.

Textos escritos em cadernos, em guardanapos, em folhas encontradas ao acaso, sempre a propósito, nunca de propósito. isto é "vou escrever sobre isto". Não é assim que funciono.

Notas à margem

12
Out22

Histórias para aprender a ler e a escrever - lIVRO i - Maria a rainha da mata voadora

Zé Onofre

Maria, a Rainha da Mota Voadora

MARIA A RAINHA DA MOTA VOADORA.jpg 1.jpg

 

Hoje não vos vou contar

Histórias de fadas

Ou contos de princesas encantadas

Muito menos contos de sonhar.

 

Hoje, vou-vos falar

De coisas de muito reais

Que me aconteceram  

E, certamente, aos pais dos vossos pais.

 

No tempo em que fui criança 

No mês de maio só uma ideia

Esperava ansioso que chegasse

O grande dia da Festa da aldeia.

 

Não ansiava pelos divertimentos

Comuns como carrocéis, aviões,

Carrinhos de choque ou qualquer

Uma das muitas outras diversões.

 

Não o que me trazia em pulgas

Era para ver, em “o poço da morte”,

Aqueles motociclistas endiabrados

Subindo as paredes fiados na sorte.

 

Porém, a maior e melhor artista,

Que fazia aumentar a emoção

Era Maria, que num arrojo sem igual,

Fazia a mota subir até nos tocar com a mão.

 

“Vejam Maria, a Rainha da Mota Voadora,

Desafiar a morte e a força da gravidade

Em quinze minutos de fazer arrepiar.”

Nunca um cartaz falara tanta verdade.