Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Notas à margem

Textos escritos em cadernos, em guardanapos, em folhas encontradas ao acaso, sempre a propósito, nunca de propósito. isto é "vou escrever sobre isto". Não é assim que funciono.

Textos escritos em cadernos, em guardanapos, em folhas encontradas ao acaso, sempre a propósito, nunca de propósito. isto é "vou escrever sobre isto". Não é assim que funciono.

Notas à margem

06
Dez21

Por aqui e ali 12

Zé Onofre

                   12, em uma acção de formação

 

982/04/01

 

  1. Relação entre comunicação oral/comunicação escrita e vice-versa.

.a) A comunicação oral não se ensina, adquire-se.

.b) Por quê ensinar a comunicação escrita?

.c) Não será que o aluno aprende, aprendendo?

 

  1. Como é difícil ser professor!

.a) É, não é?

.b) Pois é.

 

“Que bom que seria”

 

A criança chega,

Fala, fala.

Que bom que seria.

 

Que bom que seria

Se falasse, falasse

E fosse ouvida.

 

Se fosse ouvida

A sua fala fosse escrita

Que bom que seria.

 

Que bom que seria

A criança aprender

E o professor também.

 

E o professor também

Que “quilhar” é “bater”

E o “ch” também se diz “tch”.

 

O “ch” também se diz “tch”.

Tanto para se aprender

Com uma criança a falar.

  Zé Onofre

 

 

 

 

08
Nov21

Por aqui e por ali 5

Zé Onofre

               5

 

980/12/11, Gouveia, MCN

 

Senhor professor,

Creio em si,

Gosto de si,

Mas aborrece-me tanto!

Despeja palavras,

Palavras, palavras

Sobre os meus ouvidos.

Pobres ouvidos,

Os meus.

Ontem,

Por exemplo ontem,

Falei-lhe …

Falei-lhe das minhas galinhas

Que comem milho,

Que põem ovos …

E do galo

Que canta ao amanhecer.

Falei-lhe…

Falei-lhe do meu porco 

Que engordou no Verão

E hoje está morto.

 

Não te dão o pão

Que te roubam

No dia-a-dia.

Não te cobrem o frio,

Nem te aliviam o calor

Que padeces

De sol-a-sol.

Não te ensinam

A vida

Que te sugam sem parar.

De real,

Nem o sonho

Te permitem.

Apenas,

Apenas te oferecem

Ilusões.

Mastigas,

Nas chicletes

A fome

 Por matar.

  Zé Onofre

31
Out21

Daqui e por ali 1

Zé Onofre

                   1

 

Sem data

 

  • Apenas se compreenderá a avaliação por equipas de avaliação, se estas tivessem trabalhado em grupo.

Assim, o professor está isolado e terá que arcar com toda a responsabilidade. O outro colega assina, já que a sua opinião, como não poderia deixar de ser, não é vinculativa. É apenas um proforma legal.

Criem-se equipas pedagógicas e então será possível. Até lá, batatas.

Não é avaliação que falha. O fim é consequência do caminho.

  • Sempre a ameaça, já é de mais.
  • E os exames obrigarão os professores a fazer bem o que deveria ser feito?
  • Exames

Chicote levantado ao horizonte,

Intimidação.

O professor

Assustado,

Abre as pernas,

Baixa as calças

E diz

- Sim.

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub